Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo

O caso Hermès: ousadia e capacidade de nadar contra à corrente – as forças de uma organização familiar

Em 10/10/17 a Folha de S. Paulo publicou na Ilustrada uma longa reportagem  sobre a empresa e sua estilista (“Guarda francesa – À frente da Hermes, Nadège Vanhee- Cybulski defende elegância clássica da grife e seu legado de roupa para a vida real – de poucos”).

Cito a notícia, pois ela nos dá elementos para fundamentar vantagens competitivas expressivas das Organizações Familiares.

A marca foi criada em 1837 por Thierry Hermès e, até hoje se mantém nas mãos dos herdeiros da família (apesar de investidas de grandes grupos como LVMH). Uma observação oportuna:  em 2013 participamos de um Programa sobre Empresas Familiares no IMD – Lausanne. Muitos casos foram discutidos e estudados. Sobre Hermès aprendemos a seguinte parábola construída pela família: “não herdamos a empresa de nossos pais. A tomamos emprestada de nossos netos”.

Para além de expressão de um desejo da família : o que se ganha com tal decisão?  A estilista acima citada  (uma profissional do mercado contratada pela empresa) defende na matéria  que a proteção do legado é uma das formas da Hermès se manter fiel ao seu modelo de criação sem pressão e sem imediatismo: “conseguimos acompanhar as mudanças políticas e sociais do país sem nos apegarmos a números, que são importantes, mas não definem uma história”.  O compromisso com processos artesanais, com a excelência de toda a cadeia de valor é acompanhada de um posicionamento muito claro e singular :  “diferentemente de outras marcas de luxo, não temos a intenção de colonizar o mundo com o nosso estilo”. Interessante ouvir também Charlotte David – diretora de comunicações da marca que afirma com contundência: ” celebridades não são parte de nossa estratégia de comunicação” (Em reportagem na Folha de S. Paulo em 12/07/17).

Hermès nos apresenta o Luxo de ser uma Organização Familiar: bancar decisões sui generis, mirar o longo prazo e ancorar-se em história autêntica de sentido e identidade.

COMPARTILHAR

ÓTIMA GESTÃO

A ÓTIMA Estratégia e Gestão é uma empresa de Consultoria e Treinamento de Gestão, nas áreas de Planejamento Estratégico, Sistemas de Gestão, Treinamentos e Projetos de Melhoria Lean 6 sigma. Tem como foco o desenvolvimento de projetos que tragam ganhos significativos em produtividade, qualidade e redução www.otimaeg.com.br

ROGÉRIO YUJI TSUKAMÓTO

Prof. e coordenador dos programas de Gestão de Empresas Familiares (EAESP-FGV/SP); Prof. de Empreendedorismo, História Empresarial e Sucessão Familiar em programas executivos da USP, Fundace e INEPAD; Membro do IBGC Instituto Brasileiro de Governança Corporativa Mestre em Business Administration pela The Wharton School of the University of  Pennsylvania (EUA). Um dos mais renomados consultores, em planejamento sucessório para empresas familiares em diversos segmentos, como: Cosan, Petróleo Ipiranga, O Boticário, Tigre, Ajinomoto, ABERT (Rádio e TV), ABRAS (Supermercados), SindPetro e muitas outras. info@gestare.com.br

Héctor Lisondo

O Instituto Lisondo é uma Consultoria Boutique fundada em 1998 com o propósito de promover o desenvolvimento de pessoas e empresas através de propostas customizadas e bifocais (aspectos técnicos e humanos simultaneamente abordados).

Conheça mais

Valéria Lisondo

Biblioteca Virtual

Nosso acervo virtual gratuito.

Veja mais

Empresas Familiares e Famílias Empresárias

No nosso capítulo destacamos a dimensão de sofrimento inerente à conquista de resultados nesses contextos. Resultados compreendidos não apenas pela métrica financeira, mas também pela estruturação de uma governança sadia. De Coordenação: Roberta Nioac Prado

Comprar

Empresas Familiares Uma Visão Interdisciplinar

A obra, com participação de Héctor e Valéria Lisondo, é resultado dos debates multidisciplinares que ocorrem nos encontros do Grupo de Estudos de Empresas Familiares da Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Comprar

Mudança sem Catástrofe ou Catástrofe sem Mudanças

Esse livro é o resultado da confluência de algumas descobertas da psicanálise aplicadas à organização. Oferece aos líderes alternativas de reflexão para melhorar os seus resultados,  convidando-os para uma mudança pessoal.

Comprar

Inovação Organizacional e Tecnológica

O livro focaliza a crucial questão da inovação desde múltiplos vértices tais como: o tecnológico, o organizacional, do empreendedorismo e desde a perspectiva psicológica onde se aborda o grupo como um organismo em permanente evolução na busca e na afirmação da sua identidade grupal.

Comprar