Coaching; Mentoring & Consultoria: Semelhanças; Diferenças e Particularidades

Essas atividades de suporte às organizações têm fronteiras que se interpenetram e essa sobreposição pode dar lugar a alguma confusão. Por isso pensamos que poderia ser do interesse dos nossos clientes e demais interessados discorrer brevemente sobre as diferenças e similaridades desses conceitos à luz oferecida por destacados estudiosos, cujas referências oferecemos no decorrer do texto para quem pretenda se aprofundar no assunto.

Coaching: Depois de analisar um frondoso conjunto de definições elaboradas por diversos especialistas (Parsloe, 1999; Whitmore, 1996; Clutterbuck, 2003; Starr, 2003; Caplan, 2003; Hall el al, 1999), Hawkins e Smith propõem para a questão um approach com o qual nos identificamos:

Coaching consiste na aplicação de habilidades que resultam na melhoria da performance no trabalho das pessoas em suas organizações. O processo envolve um robusto suporte e desafio. O processo de coaching está dirigido ao aprendizado e desenvolvimento pessoal do executivo e visa ajuda-lo na melhor aplicação do seu potencial. A relação colaborativa do coaching é de curto prazo, tem foco prático e está caracterizada por claro e consistente feed-back”.

Esses autores concebem o Coaching como um contínuo no qual quatro tipos se distinguem pelo seu foco:

Mentoring: A palavra deriva da mitologia grega, sendo Mentor o leal amigo de Ulisses a quem este confiou a educação do seu filho Telêmaco durante a sua campanha na guerra de Tróia.

Uma significativa definição foi proposta por Clutterbuck and Megginson (1997):

Mentoring é um ajuda que acontece fora do sistema rotineiro do trabalho oferecida por uma pessoa à outra para realizar significativas transições em conhecimento, trabalho ou pensamento”

De acordo com o CIPD (Chartered Institute of Personnel and Development -Londres), os elementos chave para a definição do mentoring poderiam sintetizar-se assim:

Consultoria Transformacional Sistêmica: Convém primeiramente diferenciar a consultoria técnica da consultoria transformacional.

A consultoria técnica ajuda à organização no desenvolvimento de skills ou competências que ela requer para aumentar a sua performance. Por exemplo: novos sistemas de TI, processos de RH, auditorias, contabilidade, tributações, novas formas de medir performance etc.

A consultoria transformacional se focaliza no desenvolvimento, organiza workshops, conferências e colóquios e outros eventos oportunos onde a organização pode ser ajudada a focar-se na sua própria evolução. O consultor transformacional é um parceiro que não diz à organização o que ela já sabe ou vende uma solução de prateleira, mas quem ajuda aos seus membros a descobrir e aplicar mais do seu potencial, caminhando junto e compartilhando a sua múltipla experiência para que sirva como guia, desafio e suporte. Como parceiro, ao longo do tempo ajuda a desenvolver sua estratégia, sua cultura e sua liderança, não apenas no papel ou em slides Power Point, mas vivenciando o seu trabalho e relacionamentos com todos os stakeholders chave.

Hawkins e Smith sintetizam: “A consultoria transformacional sistêmica atua como uma parceira da organização para transformar e alinhar sua liderança, cultura e estratégia, de maneira tal que ela possa mudar a sua conformação, sua performance e o valor que ela cria para todos os seus stakeholders”.

Referência bibliográfica: Hawkins, P. and Smith N. Coaching, Mentoring and Organizational Consultancy. Open University Press, McGraw Hill Education – Berkshire -England, 2011

 

 

COMPARTILHAR

ÓTIMA GESTÃO

A ÓTIMA Estratégia e Gestão é uma empresa de Consultoria e Treinamento de Gestão, nas áreas de Planejamento Estratégico, Sistemas de Gestão, Treinamentos e Projetos de Melhoria Lean 6 sigma. Tem como foco o desenvolvimento de projetos que tragam ganhos significativos em produtividade, qualidade e redução www.otimaeg.com.br

ROGÉRIO YUJI TSUKAMÓTO

Prof. e coordenador dos programas de Gestão de Empresas Familiares (EAESP-FGV/SP); Prof. de Empreendedorismo, História Empresarial e Sucessão Familiar em programas executivos da USP, Fundace e INEPAD; Membro do IBGC Instituto Brasileiro de Governança Corporativa Mestre em Business Administration pela The Wharton School of the University of  Pennsylvania (EUA). Um dos mais renomados consultores, em planejamento sucessório para empresas familiares em diversos segmentos, como: Cosan, Petróleo Ipiranga, O Boticário, Tigre, Ajinomoto, ABERT (Rádio e TV), ABRAS (Supermercados), SindPetro e muitas outras. info@gestare.com.br

Héctor Lisondo

O Instituto Lisondo é uma Consultoria Boutique fundada em 1998 com o propósito de promover o desenvolvimento de pessoas e empresas através de propostas customizadas e bifocais (aspectos técnicos e humanos simultaneamente abordados).

Conheça mais

Valéria Lisondo

Biblioteca Virtual

Nosso acervo virtual gratuito.

Veja mais

Empresas Familiares Uma Visão Interdisciplinar

A obra, com participação de Héctor e Valéria Lisondo, é resultado dos debates multidisciplinares que ocorrem nos encontros do Grupo de Estudos de Empresas Familiares da Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Comprar

Mudança sem Catástrofe ou Catástrofe sem Mudanças

Esse livro é o resultado da confluência de algumas descobertas da psicanálise aplicadas à organização. Oferece aos líderes alternativas de reflexão para melhorar os seus resultados,  convidando-os para uma mudança pessoal.

Comprar

Inovação Organizacional e Tecnológica

O livro focaliza a crucial questão da inovação desde múltiplos vértices tais como: o tecnológico, o organizacional, do empreendedorismo e desde a perspectiva psicológica onde se aborda o grupo como um organismo em permanente evolução na busca e na afirmação da sua identidade grupal.

Comprar